Ex-jogador do Mixto e amigo de Pelé morre em Cuiabá

O ex-lateral direito estava internado no Hospital São Mateus desde o final de semana

Sem BANNER

17 de novembro de 2020
jogador

O ex-jogador Luiz Carlos Beleza morreu na tarde desta terça-feira (17) aos 69 anos em Cuiabá.

Ele estava internado no Hospital São Mateus desde a noite do dia 14 de novembro, quando sofreu um acidente vascular cerebral.

Beleza foi ídolo do Mixto e um dos maiores nomes do futebol mato-grossense.

O ex-jogador tem uma história ligada a Pelé, o rei do futebol, que foi quem lhe colocou o apelido “Beleza” quando jogaram juntos no Santos, na década de 70.

“O apelido foi dado pelo Pelé. Não era bonito. Era uma gozação. Mas com o Rei ninguém discute”, brincou Luiz Carlos em entrevista concedida ao portal Terceiro Tempo, no início dos anos 2000.

Anos após deixar o time da Vila Belmiro, Beleza chegou ao Mixto, onde se tornou ídolo. Com o alvinegro, foi tetracampeão mato-grossense e é considerado até hoje um dos melhores laterais que já atuaram em um time de Mato Grosso.

Beleza nasceu no Rio de Janeiro e iniciou no futebol em 1969, na categoria de base do Botafogo. Ele teve como primeiro treinador o tetracampeão mundial Mario Lobo Zagallo.

Seu primeiro time profissional foi a Caldense, de Minas Gerais, em 1972. No ano seguinte, foi emprestado para o América Mineiro. A contratação pelo Santos ocorreu em 1974.

Depois do Santos, clube que defendeu até 1976, ele foi para o Juventus de São Paulo e, em seguida, encerrou a carreira no Mixto. Após pendurar as chuteiras, fixou residência em Cuiabá, atuando como oficial de Justiça. Ele deixa esposa e uma filha.

Por MDN
Fotos: Arquivo

Deixe uma resposta

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: