Indígena é morta com tiro no rosto disparado pelo marido em MT

Sem BANNER

26 de novembro de 2020
262ac6429c9a4c4779c511a6196d285e

Os dois estavam juntos há um ano; ele afirmou não saber que a arma estava carregada

A indígena Beatriz Morimã Tukumã, da etnia apiacá, foi morta com tiro no rosto disparado pelo marido, de 19, nesta terça-feira (24) na aldeia Mayrob, próximo de Juara (a 709 km de Cuiabá).

Ele foi preso em flagrante por homicídio.

A enfermeira da aldeia procurou a Delegacia da Polícia Civil de Juara após tomar conhecimento do crime. Ela foi informada que um acidente com arma de fogo teria acontecido e que a vítima seria Beatriz.

Ao chegar no local indicado, a enfermeira encontrou a vítima já sem vida. Beatriz tinha ferimentos provocados por arma de fogo no rosto.
O corpo foi encaminhado ao hospital municipal de Juara. Foi constatado que o ferimento era proveniente de uma espingarda de calibre 32.

 

A arma foi apreendida em posse do marido da vítima. Ele foi autuado em flagrante por homicídio.

 

Em depoimento ao delegado Carlos Henrique Engelman, o marido narrou que acreditava que a arma estivesse descarregada e que não desejava alvejar ou matar a vitima.

 

Os dois estavam juntos há um ano.

travoltajunior


Deixe uma resposta

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: