Democrata negou que esteja em seus planos desativar 300 unidades escolas pelo Estado

Sem BANNER

1 de dezembro de 2020
f86d219c69ccddf8e60da82536b4b63f

O governador Mauro Mendes (DEM) classificou como “nojentas” e “lamentáveis” as informações que circularam na imprensa e nas redes sociais dando conta de que o Executivo planejava fechar 300 escolas em Mato Grosso.

Em conversa com a imprensa, no domingo (29), o democrata negou que esteja em seus planos desativar esta quantia de unidades escolares.

“É nojento, é lamentável, que pessoas ainda lancem mão disso. Um absurdo grande dizer que vamos fechar 300 escolas”, disse ele.

“É um absurdo tão grande quem fala isso, quanto é um absurdo quem acredita. Não merece nem comentário”, acrescentou.

Na semana passada, o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, precisou ir à Assembleia Legislativa explicar quais são os planos do Governo para as escolas.

Segundo ele, apenas 19 unidades serão desativadas e os alunos, remanejados para outras.

 

Conforme o secretário, as mudanças serão feitas com base em apontamentos técnicos, exclusivamente para melhorar as condições de aprendizagem. Isso porque o Governo tem planejado investimentos para melhorar a qualidade da Educação.

 

Entre as 19 escolas estaduais que serão desativadas, segundo ele, estão duas em Cuiabá (Newton Alfredo Aguiar e Fenelon Müller) e três em Várzea Grande (Mercedes Paula Soda, Ernandy Maurício Baracat de Arruda e Miguel Baracat).

 

Os alunos serão remanejados para outras, localizadas nas proximidades e que possuem infraestruturas mais adequadas.

travoltajunior


Deixe uma resposta

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: