A pedido de aliados, Emanuel não vai a encontro do MDB com Mauro

Sem BANNER

4 de dezembro de 2020
4e62671027120e18cbc187e9bf748be2

Encontro ocorreu na manhã desta quinta-feira (3); base do prefeito pediu para que ele recusasse convite

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) desistiu de participar da reunião do governador Mauro Mendes (DEM) com os prefeitos eleitos do MDB, na manhã desta quinta-feira (3), no Palácio Paiaguás.

 

A decisão ocorreu após pedido de membros da base aliada de Emanuel, formada por 11 partidos. O grupo ficou insatisfeito com a falta de apoio das principais lideranças do MDB durante a campanha eleitoral, como a deputada Janaina Riva e o deputado federal Carlos Bezerra.

 

De acordo com o ex-secretário de Obra de Cuiabá e coordenador da campanha de Emanuel, Vanderlúcio Rodrigues, a articulação para um encontro foi feita por pessoas que não fizeram parte da campanha do emedebista.

 

“O prefeito recebeu muitas acusações, foi vítima de fake news, foi xingado durante toda a campanha. As lideranças que o apoiaram ficaram abaladas. A base dele achou que não era o momento de construir essa aproximação”,

“Nós construímos uma candidatura e ninguém – deputados e emedebistas – se manifestou a favor. O único parlamentar que apoiou Emanuel foi Paulo Araújo [PP]. O restante das lideranças não encampou o pleito. Agora que vencemos, todos querem fazer ponte. A ponte tem que fazer na disputa”, acrescentou.

 

O governador e o prefeito tem uma relação de atritos desde que Mauro tomou posse como gestor do Estado. Após a vitória na eleição, Emanuel levantou a bandeira branca e sinalizou que gostaria de se encontrar com o democrata.

 

Assim, deputados como Janaina Riva e Eduardo Botelho (DEM) – que não manifestaram apoio a Emanuel durante a campanha – afirmaram que iriam intermediar a “reconciliação”.

 

Outro encontro

 

A recusa do convite não pode ser considerada um “fechar de portas” ao Paiaguás.

 

Segundo Vanderlúcio, a princípio, a articulação deve ser feita pelo filho do prefeito, o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o Emanuelzinho (PTB).

 

“O grupo ligou para ele e disse: ‘Vamos nos reunir e nós mesmos construir essa ponte com o Governo’. Quem não apoiou, não precisa construir pontes. O deputado Emanuelzinho vai ser a ponte nessa aproximação”, disse Vanderlúcio.

 

travoltajunior


Deixe uma resposta

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: