Doze servidores são afastados por tortura e maus tratos a presos

21 de dezembro de 20202min
6283932566408f469e3fa75c064e7580

Atualmente 900 detentos estão cumprindo pena no presidio

A direção da penitenciária Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop (500km de Cuiabá), e agentes prisionais foram removidos de suas funções após inspeção surpresa feita no local por integrantes do Grupo de Atuação Estratégica do Sistema Prisional (Gaedic) da Defensoria Pública de Mato Grosso, na última quarta-feira (16).

A medida foi tomada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) que afastou 12 pessoas, diante dos fortes indícios de tortura e maus tratos aos presos da unidade.

A vistoria foi feita em conjunto com integrantes do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ), e organizada após a Pastoral Carcerária repassar informações sobre a existência de prática de tortura no local. No presídio estão detidas cerca de 900 pessoas.

Após a conclusão das vistorias, os defensores que integram o Gaedic expressaram preocupação com a situação encontrada e informaram que farão um relatório para registrar com fotos, declarações, relatos e análises jurídicas o que viram e ouviram dentro da unidade.

O documento será concluído nos próximos dias e assim que estiver pronto, os defensores encaminharão para autoridades públicas, solicitando providências cabíveis. A remoção dos servidores ocorreu na quarta-feira (16/12). Nenhum dos defensores que participou do trabalho é de Sinop.

travoltajunior


Deixe uma resposta


Sobre Nós

CNPJ: 35.582.297/0001-25

Jornalista Responsável

José Maria do nascimento

DRT: 0002633/MT


Contato

Ligue para nós



Mais Lidas

1 de março de 2021

Doze servidores são afastados por tortura e maus tratos a presos

1 de março de 2021

Doze servidores são afastados por tortura e maus tratos a presos

1 de março de 2021

Doze servidores são afastados por tortura e maus tratos a presos