Segurança tem oito profissionais que abriram mão de vacina contra covid

Sem BANNER

30 de abril de 20211min
a742bd8c048b925e2eafaa0aacc2dd41.jpg

Oito servidores que integram a Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT) se recusaram a tomar a vacina contra a covid-19. As renúncias à imunização foram formalizadas ao órgão.

A Sesp já encaminhou 9.195 doses da vacina destinadas aos profissionais da Segurança Pública e das Forças Armadas, aos 141 municípios do estado. No interior, a vacinação é coordenada pelas secretarias municipais de Saúde, que são as responsáveis por informar quais foram os servidores vacinados.

O critério é iniciar a imunização pelos mais antigos.

Em Mato Grosso devem tomar a vacina cerca de 22 mil pessoas, entre servidores da Segurança Pública estadual e federal e membros das Forças Armadas até o fim de maio de 2021.

Todas as negativas quanto à vacinação devem ser comunicadas pelas secretarias municipais à Secretaria de Segurança.

Em Rondonópolis, um deputado estadual, delegado licenciado, por não estar exercendo a função de policial, abriu mão para que um colega da ativa pudesse tomar o imunizante.

SESP/MT


Sobre Nós

CNPJ: 35.582.297/0001-25

Jornalista Responsável

José Maria do nascimento

DRT: 0002633/MT


Contato

Ligue para nós



Mais Lidas

5 de maio de 2021

Segurança tem oito profissionais que abriram mão de vacina contra covid

5 de maio de 2021

Segurança tem oito profissionais que abriram mão de vacina contra covid

5 de maio de 2021

Segurança tem oito profissionais que abriram mão de vacina contra covid