Seis pessoas são presas por sequestro e homicídio de vítimas desaparecidas no interior de MT

Fonte: Muvuca Popular

Da Redação

 

Seis pessoas, quatro homens e duas mulheres, envolvidas no homicídio de homens que estavam desaparecidos em Apiacás (690 km de Cuiabá) foram presas em flagrante na sexta-feira (5).

As prisões resultaram na localização de três corpos, entre eles, das duas vítimas desaparecidas e também de uma vítima de latrocínio, ocorrido na última segunda-feira (1º), além da apreensão de tabletes de maconha e outras porções de entorpecentes.

As diligências iniciaram na quinta-feira (4) após o registro de dois boletins de ocorrência de desaparecimento das vítimas Bruno Ribeiro Bilhalva e Cristian de Paula da Silva. Durante a apuração dos fatos, a equipe da Polícia Civil descobriu que uma das vítimas estava sendo mantida em cárcere privado em um sítio da cidade, onde estaria sofrendo um “salve” de uma organização criminosa.

Os policiais foram até o local e logo avistaram dois suspeitos, um homem e uma mulher, fugindo pela mata. Foram realizadas buscas pela mata que resultaram na localização e prisão dos suspeitos que estavam com as roupas sujas de sangue. Questionados, eles confessaram que haviam acabado de matar a vítima Cristian de Paula da Silva e revelaram o local em que o corpo estava escondido.

No local, também foi apreendida a faca utilizada para matar a vítima e dois tabletes de maconha que estavam escondidos na propriedade.

Em continuidade às diligências para localização da segunda vítima, Bruno Ribeiro Bilhalva, a Polícia Civil recebeu informações sobre a identidade dos suspeitos que teriam sequestrado e amarrado a vítima, a levando para uma região erma, onde foi obrigada a cavar a própria cova. A vítima foi morta com três disparos de arma de fogo e posteriormente enterrada pelos criminosos.

Com base nas informações, as equipes da Polícia Civil e Polícia Militar realizaram a prisão em flagrante dos quatro envolvidos na morte da vítima, sendo apreendido na casa de um deles, porções de entorpecentes.

Segundo as investigações, as vítimas foram sequestradas, torturadas e mortas a mando de uma organização criminosa após terem cometido um latrocínio, na última segunda-feira, ocasião em que mataram e subtraíram o veículo da vítima. O corpo da vítima de latrocínio também foi localizado durante as diligências.

Diante dos fatos, os seis envolvidos foram conduzidos à Delegacia de Apiacás. Após serem interrogados pela delegada Paula Barbosa, foram autuados em flagrante pelos crimes de homicídio, tráfico de drogas e associação criminosa.

As investigações seguem em andamento para identificação de outros possíveis suspeitos e esclarecimentos de outros pontos dos crimes.

Comentários estão fechados.