João Batista articula reunião com chefe da Casa Civil e busca valorização salarial da Polícia Penal

SEGURANÇA PÚBLICA

- Publicidade -

O deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), na manhã desta terça-feira (14), liderou uma comitiva de policiais penais rumo ao Palácio do Governo do Estado de Mato Grosso. O encontro com o chefe da Casa Civil e o secretário de estado Planejamento e Gestão (Seplag), teve como principal e única pauta, a valorização salarial da Polícia Penal. Participaram do encontro o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários de Mato Grosso (Sindspen), Amaury Neves, o secretário adjunto de Administração Penitenciária, Jean Carlos Gonçalves e demais policiais penais.

A agenda intermediada pelo deputado, que também é policial penal de carreira, teve como intuito a entrega de um estudo no qual aponta os impactos financeiros, com uma possível valorização salarial direcionada aos agentes de segurança do Sistema Penitenciário. “Fico muito feliz em ver que o chefe da Casa Civil atendeu ao nosso chamado e está aberto ao diálogo. Uma fala tanto do governador como do próprio Mauro Carvalho, é de que algumas categorias foram ‘deixadas para traz’ nos Governos passados, como é o caso da Polícia Penal, e isso faz com que eles não descartem um ganho real no futuro” disse o deputado.

O estudo foi elaborado pelo sindicato e passará por uma análise técnica realizada pelo Poder Executivo, voltando as negociações após a primeira quinzena do mês de outubro. O presidente do Sindspen, logo após o encontro, disse que avalia como “positivo” a reunião, lembrando que é preciso que os policiais penais tenham a oportunidade de poder “negociar” com os gestores.

“Apresentamos um estudo muito bem elaborado e fundamentado, na qual mostramos os impactos econômicos e financeiros, relacionados a Polícia Penal. Mostramos todo o embasamento do nosso pedido, sem causar nenhum ônus aos cofres públicos de Mato Grosso, corrigindo e equiparando o nosso salário em relação as outras Forças de Segurança. Agradeço ao empenho do nosso irmão policial penal e deputado João Batista pelo empenho, nos dando a oportunidade que precisamos para poder dialogar com o Poder Executivo”, explicou Amaury.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.