Parceria entre estado e município resulta no Programa “Muxirum” dando oportunidade aos jovens e idosos de estudarem

- Publicidade -

Umas das regras base de cidadania é, o acesso a educação, não importando, qual seja a idade das pessoas que queiram aprender, possibilitada através de Programas de Alfabetização.

 Uma parceria entre o governo do estado de Mato Grosso e o município de Santo Antônio de Leverger, resultou na criação de mais um programa educacional, o “Muxirum”, com a finalidade de proporcionar o aprendizado para pessoas, que não tiveram oportunidades de frequentar uma sala de aula.

Ao todo, cerca de 52 turmas foram montadas em Leverger, entre oito e 14 pessoas por grupo, divido nos polos sede e BR (Referentes as comunidades rurais).

Para a assessora pedagógica, que atende a rede estadual de ensino no município, Maria Margarete, o Projeto visa dar oportunidade para que jovens, adultos e idosos tenham acesso a educação.

“O Projeto “Muxirum” visa possibilitar, que pessoas que não tiveram acesso à alfabetização, possam aprender a ler e escrever e ter possibilidade de continuar seus estudos”, disse Margarete.

Umas das alunas que está inscrita no Programa “Muxirum”, Jorgina de 60 anos, moradora do bairro assentamento Nossa Senhora Aparecida, o aprendizado é essencial, e se sente muito feliz pela oportunidade de poder estar estudando.

“Hoje estou muito contente em poder segurar um lápis, ou uma caneta para que eu possa, traças as primeiras linhas em um papel de caderno, isso me deixa entusiasmada”, destacou Jorgina.

 

A coordenadora do Projeto no município, Hozana Gonçalves ressalta que o Programa de alfabetização é voltado aos alunos que integram a EJA (Educação de Jovens e Adultos), que receberam um kit escolar para começarem os estudos.

“Temos muitos adultos não alfabetizados e que por motivos diversos, não buscam a escolarização nas escolas tradicionais, dessa forma, o Projeto busca levar a alfabetização até o aluno, na sua realidade, que ele se sinta a vontade para poder aprender”, falou Hozana.

A secretaria de educação no município, Jaci Amorim destaca que a forma com que, o Programa vai atender aos alunos é de forma diferenciada.

“O método alfabetização utilizado pelos instrutores, é diferenciado, as aulas serão de forma dinâmica, onde os alunos vão receber os monitores em suas casas, ou locais destinados pela Prefeitura”, ressaltou Jaci.

Para a prefeita Francieli Magalhães Vieira Pires, a gestão em parceria com o governo, tem buscado incentivar os alunos a retornarem, ou até mesmo, a iniciarem o aprendizado através de programas educacionais.

“É muito importante buscar parcerias, que contribuam com o ensino dos alunos, que de uma forma ou outra estavam fora das salas de aula, e estamos trabalhando em conjunto com o Governador, Mauro Mende com a finalidade de proporcionar a essas pessoas acesso a educação”, concluiu Francieli.

Fotos: Assessoria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.