Jogador que chutou juiz é autuado por tentativa de homicídio

O jogador William Ribeiro, do São Paulo-RS, foi preso na segunda-feira, 4, após ter agredido o árbitro Rodrigo Crivellaro com um chute na cabeça, em um jogo válido pela Série A2 do Campeonato Gaúcho. A agressão aconteceu por volta dos 15 minutos do segundo tempo, quando o Guarani de Venâncio Aires vencia pelo placar de 1 a 0.

Na oportunidade, o atleta do São Paulo levou um cartão amarelo e, depois de ter dado um encontrão no juiz, chutou violentamente a cabeça de Crivellaro, que estava caído no chão.

Após a agressão, o árbitro ficou desacordado no gramado e precisou ser levado às pressas para um hospital em Venâncio Aires, no Rio Grande do Sul. Segundo o presidente da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), Luciano Hocsman, Crivellaro está sendo “medicado” e vem “se recuperando”.

Após prestar depoimento na delegacia, Willian Ribeiro foi levado até a Penitenciária Estadual de Venâncio Aires. O jogador do São Paulo será autuado por tentativa de homicídio.

Em um comunicado, o São Paulo confirmou que o contrato do atleta agressor será “rescindido” e garantiu que todas as medidas possíveis em relação ao episódio serão tomadas. No Twitter, os dois clubes lamentaram a agressão e desejaram uma boa recuperação ao árbitro. A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) seguiu os mesmos passos de São Paulo e Guarani.

Terra Notícias

Comentários estão fechados.