Produtos mais consumidos da Cesta básica deverá ficar isenta de impostos

22 de julho de 20203min
carne-inflacao-868x644

A 1ª parte da proposta de reforma tributária do governo, entregue ao Congresso na tarde desta 3ª feira (21.jul.2020), mantém a isenção a produtos da cesta básica. Havia dúvidas se o projeto de Paulo Guedes traria essa isenção.

Uma lei de 2004, atualizada em 2013, reduziu a zero a alíquota do PIS e da Cofins da importação e sobre a venda no mercado interno de alguns dos produtos alimentícios mais consumidos. A proposta do governo une esses 2 impostos federais, transformando-os na CBS (Contribuição Social Sobre Bens e Serviços).

São exemplos de produtos isentos farinha, leite pasteurizado, carnes bovina, suína, ovina, caprina e de aves e café.

O governo também isenta da CBS as receitas decorrentes da prestação de serviços de saúde (desde que recebidas do SUS); do transporte coletivo municipal por meio rodoviário, metroviário, ferroviário e aquaviário; e da venda de energia de Itaipu Binacional.

A proposta do governo foi entregue ao Congresso pelos ministros Paulo Guedes (Economia) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo). Os presidentes do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), participaram do evento.

O Congresso tem uma comissão de deputados e senadores para discutir a reforma tributária, que teve suas atividades suspensas por causa da pandemia. Alcolumbre sinalizou que ela deve voltar a funcionar, mas não deu data.

O governo deverá enviar outras propostas para a mudança no sistema de impostos. Está nos planos do Planalto, por exemplo, 1 tributo sobre transações –que tem pouca simpatia dos integrantes do Legislativo.

A proposta levada pelos ministros é 1 projeto de lei, precisa de apenas metade dos votos dos congressistas presentes nas sessões de Câmara e Senado. As discussões no Congresso, por outro lado, dão-se em torno de duas PECs (propostas de emenda à Constituição). Esse tipo de texto precisa de 3/5 dos votos nas duas Casas, em 2 turnos cada.


Sobre Nós

CNPJ: 35.582.297/0001-25

Jornalista Responsável

José Maria do nascimento

DRT: 0002633/MT


Contato

Ligue para nós



Mais Lidas

13 de abril de 2021

Produtos mais consumidos da Cesta básica deverá ficar isenta de impostos

13 de abril de 2021

Produtos mais consumidos da Cesta básica deverá ficar isenta de impostos

13 de abril de 2021

Produtos mais consumidos da Cesta básica deverá ficar isenta de impostos