O mundo que você busca está em você

24 de julho de 2020
aq

Quero aqui lançar uma reflexão sobre como estamos nos comportando no dia a dia. As vezes criamos expectativas sobre os mais variados setores de nossas vidas e invariavelmente saímos frustrados, mas por que será que isso acontece. Conta uma lenda antiga que um sábio e um garoto estavam à beira de um poço num deserto, de onde se podia avistar a aldeia onde viviam, quando lá chegou um viajante para beber uma água.
O mesmo dirigiu-se ao sábio, perguntando:

— Senhor, que tipo de pessoas vivem nesta aldeia?
O sábio perguntou-lhe:
— De onde vens? Que tipo de pessoas vivem lá?
Respondeu o viajante:
— Venho de uma aldeia onde só existem pessoas más, egoístas, interesseiras, mesquinhas e maldosas.
O sábio respondeu:
— Pois nesta aldeia vivem pessoas exatamente iguais àquelas que vivem na aldeia de onde viestes…
O menino observou bem, sem entender muito a resposta do sábio. Nada lhe perguntou.
Passado algum tempo, se aproxima outro viajante. Após beber água, dirigiu-se ao sábio, fazendo a mesma pergunta do outro viajante. O sábio também contestou com a mesma pergunta. Respondeu o segundo viajante que vinha de uma aldeia maravilhosa, onde lá viviam pessoas alegres, felizes, bondosas, cheias de amor e carinho para dar ao seu próximo.
O sábio então respondeu-lhe:
— Nesta aldeia vivem pessoas exatamente iguais às que vivem na aldeia de onde vens.
O viajante agradeceu e partiu.
O menino que tinha ouvido tudo atentamente, não entendendo nada, não se conteve e perguntou ao sábio:
— Mestre, como que diante de 2 perguntas idênticas, destes respostas tão diferentes?
O mestre respondeu-lhe:
— É muito simples, meu discípulo. É que cada um encontra na vida aquilo que traz dentro de si…
Assim somos nós, sempre tentando obter resultados baseados no externo, enquanto é o interior que importa. Sair de casa as 6 da manhã pilhado esperando chegar no trabalho e encontrar um ambiente harmônico é no mínimo uma sandice. Faça o seu trabalho interior, exercite dentro de sí aquilo que você espera encontrar no mundo. Se você quer harmonia, seja harmônico. Se é paz que você busca, exercite a paz interior. Se você sonha com um ambiente de trabalho onde a amizade e a alegria imperem, seja amigo e alegre. Não existe segredo, a coisa é bem mais simples do que imaginamos.
Dia desses ia eu pela Avenida Fernando Correa no limite de velocidade da via, ou seja, 60 Km por hora. Uma pessoa veio a toda, buzinou, tirou fina do meu para-choque traseiro e me ultrapassou xingando. Logo a frente ele fechou outro carro, costurou em meio ao trânsito já caótico do inicio da manha e foi embora. Fiquei pensando em que tipo de dia teria um ser com este tipo de atitude.

Isso acontece todos os dias em todos os lugares. Pessoas que vivem tendo as mesmas atitudes e esperam obter resultados diferentes. Pessoas que tratam o mundo com descaso e esperam cuidado, enfim lembre-se da fábula e comece a rever seus hábitos. A paz que eu espero do mundo precisa existir primeiro dentro de mim.

Luiz Fernando Fernandes é Jornalista em Cuiabá.

Deixe uma resposta

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: