DELEGACIA 24H

João Batista participa da entrega de espaço destinado às vítimas de violência doméstica e sexual

O evento aconteceu na tarde desta terça-feira e contou com a participação da primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.
9 de setembro de 2020
Inauguração Delegacia 24h

O presidente em exercício da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o deputado João Batista do Sindspen (Pros), participou da inauguração da Delegacia 24h de atendimento às vítimas de violência doméstica e sexual, nesta última terça-feira (09), em Cuiabá. O evento contou com a presença da primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, da ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, e da líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres, Maria da Penha.

João Batista destacou que o local é um “exemplo de estrutura que deve ser adotado em todo o estado”, afirmando que dentro do Parlamento, tem realizado ações em defesa das mulheres. “Somente na LOA (Lei Orçamentária Anual) do ano passado, destinei R$ 200 mil exclusivamente para as delegacias das mulheres de MT, recurso usado para reformas, compra de móveis e manutenção em geral. Acredito que estes locais precisam estar devidamente equipados e aptos para receber estas vítimas”, disse João Batista.

Além dos recursos financeiros destinados, exclusivamente, para o combate ao abuso de mulheres, o presidente também ressaltou outras medidas apresentadas em plenário. Dentre as ações, o deputado destaca desde o projeto de lei n° 1121/2019, que institui procedimentos para o atendimento nas delegacias da mulher, até a indicação n° 5021/2019, que mostra a necessidade de viabilizar uma viatura para atender as demandas de algumas delegacias.

Dentre todas as autoridades presentes, o evento contou com a participação especial de Maria da Penha Maia Fernandes, por videoconferência. Maria da Penha é líder de movimentos de defesa dos direitos das mulheres que deu nome à Lei “Maria da Penha”, que penaliza a violência contra a mulher. Sua participação, embora breve, por conta de problemas técnicos na transmissão, serviu de motivação para todos os presentes. “É uma alegria e uma angústia dar nome a esta lei (Maria da Penha). Hoje estou paraplégica devido as agressões que sofri.  A minha história de violência é a mesma que de milhares de mulheres do meu país”, contou.

Participaram da inauguração os deputados estaduais Silvio Fávero, Max Russi, Dr João, Elizeu Nascimento, Paulo Araujo e Thiago Silva. Também esteve presente a secretária nacional de Políticas para Mulheres, Dinah Sena, a desembargadora Maria Erotildes e secretários de estado.

A Delegacia

A unidade é equipada com salas apropriadas para acolhimento das vítimas, cartórios, salas de atendimento, para as equipes que atuarão no local, além de uma brinquedoteca e playground para crianças. A obra teve um custo estimado de R$ R$ 413.372, 62 mil e foi encabeçada pela primeira-dama Virginia Mendes. A nova unidade policial está instalada no bairro Planalto, em Cuiabá, anexo ao prédio da 2ª Delegacia da Capital (Cisc Planalto). A equipe do plantão será formada por cinco delegadas e mais as equipes de escrivães, investigadores, assistentes sociais e psicólogas, no total de 50 servidores da Polícia Civil.

Serão atendidas no ‘Plantão da Mulher’ ocorrências envolvendo mulheres vítimas de violência doméstica e familiar, conforme a Lei 11.340/2016 (Maria da Penha), além de vítimas de crimes contra a dignidade sexual conforme a Lei 12.015/2009 e as mudanças trazidas com as leis 3718/2018 e 3772/2018 (importunação sexual e violação da intimidade da mulher). Também serão realizados procedimentos de prisão em flagrante, além de requerimento de medida protetivas, entre outras providências de urgência necessárias, conforme os casos.

Da Assessoria

Deixe uma resposta

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: