Sem interesse por suplências, MDB tende a liberar os filiados na eleição ao Senado

9 de setembro de 2020
3222c628fa8e2dcdd49568aa8a6dca3b.jpg
Carlos F�varo e Carlos Bezerra
O presidente do MDB, Carlos Bezerra, conversa ao pé do ouvido com o senador tampão Carlos Fávaro, durante ato político nas eleições de 2018

Com a desistência do vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), a tendência é que o MDB deixe seus filiados livres a apoiar qualquer um dos candidatos na eleição suplementar ao Senado. Pelo menos é o que demonstra o presidente regional da sigla, deputado federal Carlos Bezerra.

A legenda já tinha encaminhado a indicação de Teté Bezerra para a primeira-suplência de Pivetta, no entanto, o recuo fez com que o partido reavaliasse outros pré-candidatos, como o senador tampão Carlos Fávaro (PSD) e o ex-deputado federal Nilson Leitão (PSDB). Bezerra, no entanto, demonstra estar pouco empolgado com tais nomes.

Essa questão já está tão desgastante, que não estamos pensando em suplência

Carlos Bezerra

Afirma que o MDB vai avaliar eventuais alianças até 15 de novembro, quando pretende realizar sua convenção. O cacique, no entanto, garante que a suplência já não é mais um fator determinante para definir o apoio. “Essa questão já está tão desgastante, que não estamos pensando em suplência. Estamos ouvindo os companheiros para decidir qual rumo tomar. Vamos levar em consideração a opinião da maioria. Não só da executiva, como também dos deputados estaduais e prefeitos”.

Bezerra ressalta que eventual apoio a Fávaro não depende de pedido do governador Mauro Mendes, que luta para apoiar seu aliado, apesar de ter o DEM na chapa de Leitão, com o ex-deputado Júlio Campos indicado para primeira-suplência.

Para atrair o MDB, o senador tampão oferece a segunda-suplência, já que a primeira está garantida ao PP, com a empresária Margareth Buzetti. Bezerra, no entanto, garante não ter interesse em segunda suplência. Por conta disso, caso os emedebistas não se decidam até a convenção, estarão liberados para apoiar quem cada um desejar.

 

 

 

Fonte: https://www.rdnews.com.br/eleicoes-2020/sem-interesse-por-suplencias-mdb-tende-a-liberar-os-filiados-na-eleicao-ao-senado/133380

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: