Zootecnista morre após ter corpo queimado em incêndio florestal

9 de setembro de 2020
4e4d88d6bf9b00d1e37105ec6c4b61d7.jpg

Reprodução

Luciano da Silva Beijo, zootecnista da Fazenda Grendene, morreu na madrugada desta quarta-feira (9), após 3 dias internado em Cáceres (225 km a Oeste de Cuiabá). Ele teve todo o corpo queimado durante tentativa de apagar incêndio na área rural. A confirmação do óbito foi feita pelo prefeito da cidade, Francis Maris (PSDB).

Conforme informações, o zootecnista e outros dois funcionários da fazenda de criação de gado tentaram apagar o fogo que atingia a pastagem, mas foram surpreendidos pelo vento forte, que mudou a direção das chamas e as levou o lado dos trabalhadores.

Todos correram, mas a vítima tropeçou e ficou presa, assim foi alcançado pelo incêndio que já havia atravessado a estrada.
Ele foi socorrido pelos colegas e levado para atendimento médico no Hospital Regional de Cáceres.

O homem seria transferido para Cuiabá, para tratamento especializado em queimaduras, mas o estado era muito grave e o transporte arriscado. Ele acabou falecendo em Cáceres, em decorrência dos ferimentos causados pelo fogo, que atingiram todo o corpo.

 

 

 

 

 

Fonte: https://www.gazetadigital.com.br/editorias/cidades/zootecnista-morre-aps-ter-corpo-queimado-em-incndio-florestal/628651

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: