Mauro indica apoiar Fávaro e descarta Leitão: ‘Não foi meu parceiro em 2018’

9 de setembro de 2020
a5dea284d9f79dc30d94bef2646ecc18.jpg

O democrata argumenta, sem citar nomes, que deve fidelidade a quem ajudou ao o eleger.

O governador Mauro Mendes (DEM) descartou à imprensa nesta quarta-feira (09), qualquer chance de apoiar a candidatura de Nilson Leitão (PSDB) ao Senado, mesmo o tucano tendo na primeira suplência, seu correligionário Júlio Campos (DEM). Mauro indicou que deve apoiar Carlos Fávaro (PSD).

“Eu, cidadão Mauro Mendes,  eu já disse que não tenho como apoiar o Nilson Leitão. Respeito ele, mas ele não me apoiou na última eleição. Tem pessoas que me apoiaram, então quem me apoiou em 2018 eu tenho que dar essa reciprocidade. Agora, o Nilson eu não quero mal, tenho boa relação com ele, mas ele não foi meu parceiro político em 2018”, reforçou Mendes.

O democrata argumenta, sem citar nomes, que deve fidelidade a quem ajudou ao o eleger.

Sem o vice-governador Otaviano Pivetta (PDT) como candidato, o DEM tende a apoiar Nilson Leitão por ter Júlio Campos como primeiro suplente, mas o governador sugere que ele possa ser liberado para prestar apoio a outro candidato.

“Cheguei à condição de governador com o apoio de alguns partidos. Então esses partidos e essas pessoas que estiveram do meu lado, se eu puder, de alguma forma eu darei essa reciprocidade, ajudando de alguma forma”, comentou.

 

 

 

Fonte: https://www.reportermt.com.br/poderes/mauro-indica-apoiar-favaro-e-descarta-leitao-nao-foi-meu-parceiro-em-2018/120920

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: