Por imagem do paletó, juiz suspende programa de Frical em VG

15 de outubro de 2020
7bba028f7a7513ebacbf646c18d48a8e

Propaganda não foi veiculada no horário eleitoral gratuito na TV aberta no fim da manhã desta quarta

O juiz Eduardo Calmon, da 49ª Zona Eleitoral de Várzea Grande, determinou a retirada da propaganda eleitoral do candidato a prefeito Flávio Frical (PSB) em que o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) aparece colocando dinheiro no paletó.

O flagrante aconteceu na época em que Emanuel era deputado estadual, em dezembro de 2013, no Palácio Paiaguás.

Na propaganda, Frical crítica a “familiocracia” na política várzea-grandense. Isso porque, Emanuel lançou o filho, o deputado federal Emanuelzinho (PTB), como candidato a prefeito da cidade.

“Posto isto, defiro a liminar e, via de consequência, determino que seja feita a suspensão imediata no programa da TV de hoje, bem como nas imagens e falas objeto da presente demanda, até que a irregularidade seja sanada”, determinou Calmon no dia 10 de outubro.

A ação foi proposta pela coligação “Um Novo Tempo Para Várzea Grande” encabeçada por Emanuelzinho.

Para o magistrado, as imagens fazem “ilações” e tentam imputar o suposto cometimento de crime de um terceiro ao candidato Emanuelzinho.

“O apresentador da Coligação Várzea Grande Pode Mais e seu candidato Flávio Alberto de Vargas realmente imputam, com base em mero procedimento, ainda sob investigação, ao candidato a Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, genitor do ora representante, buscando fazer ligação entre os dois e induzir os eleitores com ilações sobre o cometimento de condutas ilícitas nas gestões de Cuiabá e de Várzea Grande”, argumentou o magistrado.

 

Devido à determinação, o programa de Frical não foi veiculado no horário eleitoral gratuito na TV aberta no fim da manhã desta quarta-feira (14).

travoltajunior


Deixe uma resposta

Curtir isso:

%d blogueiros gostam disto: