Câmara aprova aumento de salário de vereadores para R$ 18,9 mil

Sem BANNER

30 de dezembro de 20204min
3f8b1f0f6600193cac4819144cdbbc66

Aumento corresponde a 75% do subsídio de um deputado estadual; sessão que votou lei teve bate boca

A Câmara de Cuiabá aprovou, em regime de urgência na sessão na tarde desta terça-feira (29), o aumento salarial dos 25 vereadores. O valor saiu de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil e passará a valer no dia 1º de janeiro de 2022.

Foram 15 votos pela aprovação, oito pela rejeição e uma ausência. O presidente do Legislativo, Misael Galvão (PTB), não vota segundo o regimento.

O projeto de lei justifica que o aumento corresponde a 75% do valor do subsídio dos deputais estaduais de Mato Grosso, que atualmente é de R$ 25 mil.

A lei ainda estabelece que a ausência dos vereadores nas sessões ordinárias poderá implicar em desconto de 1/8 da remuneração.

A aprovação do projeto foi permeada por fortes discussões entre os parlamentares de oposição e base.

 

O vereador Abílio Júnior (Podemos) apontou que o texto do projeto tem legalidade e é constitucional, mas sua aprovação não é moral.

“Há o princípio da moralidade da coisa pública. Aumentar de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil não é moral. Não é momento para isso. Mas a lei permite que o salário do vereador seja até 75% do valor de um deputado estadual. Permite, mas nem tudo que é permitido é certo”, afirmou.

“Logo, a legalidade entra em confronto com a moralidade da coisa pública. E, aí, para o vereador Chico e outros vereadores, a moralidade pouco importa quando interesses pessoais estão em primeiro plano. Logo, sou contra. Pode ser legal, mas é imoral”, acrescentou.

Já o vereador Chico 2000 (PL), favorável ao projeto, classificou Abílio como “mentiroso” e “arrogante”.

“Abílio foi arrogante e mentiroso e não sabe fazer outra coisa a não ser ofender as pessoas. Mais uma vez está aqui ofendendo todos os vereadores dessa casa. Desrespeitando, inclusive, quem esteve do lado dele. Este para mim não merece atenção nenhuma”, afirmou.

 

“E com toda tranquilidade, quem é Abílio para falar de moralidade? Faça um exame de consciência para que o senhor possa abrir a boca e falar de moralidade”, emendou.

Presidente não vota

O presidente da Câmara Misael Galvão – apesar de não votar na matéria – manifestou-se favorável ao texto e cutucou Abílio, com quem tem trocado farpas ao longo das últimas sessões.

“Eu estou indo embora, pessoal, encerro meu mandato de cabeça erguida por fazer o certo. Não menti, não fiz politicagem e não subi nas costas de ninguem. O vereador Abílio fala bonito e nas costas faz outra coisa. Não foi que o pastor Sebastião ensinou para nós. […] Eu voto favorável, pois sei o que é certo, legal e constitucional”, resumiu.

Fonte: https://www.midianews.com.br/politica/camara-aprova-aumento-de-salario-de-vereadores-para-r-189-mil/390970

travoltajunior


Deixe uma resposta


Sobre Nós

CNPJ: 35.582.297/0001-25

Jornalista Responsável

José Maria do nascimento

DRT: 0002633/MT


Contato

Ligue para nós



Mais Lidas

23 de abril de 2021

Câmara aprova aumento de salário de vereadores para R$ 18,9 mil

23 de abril de 2021

Câmara aprova aumento de salário de vereadores para R$ 18,9 mil

22 de abril de 2021

Câmara aprova aumento de salário de vereadores para R$ 18,9 mil